NOTÍCIAS - Tendências do Vestibular: Fuvest, Enem e ITA

Fuvest reduz 2ª fase a dois dias 

 

A 2ª fase da Fuvest 2019 terá dois dias de provas discursivas e não três, como nos últimos vestibulares. Essa é a principal mudança no exame de seleção da USP, aprovada pelo Conselho de Graduação da universidade. No dia 6 de janeiro de 2019 será aplicada a prova de questões de Português e Redação. No dia 7, a prova de matérias específicas para cada carreira. Nessa prova, em que até o vestibular de 2018 os candidatos resolviam 12 questões de duas ou três matérias, serão cobradas de duas a quatro matérias, a critério de cada unidade da USP. A prova geral, com 16 questões, que antes ocupava o segundo dia dessa fase, deixa de existir.

A 1ª fase, prova de Conhecimentos Gerais com 90 questões de múltipla escolha, marcada para 25 de novembro, não foi modificada. Mas o número de aprovados na 1ª fase que serão convocados para a 2ª fase aumentará. Tradicionalmente, a Fuvest convocava até três candidatos por vaga, agora serão até quatro candidatos por vaga. Na Fuvest 2018, que ofereceu 8402 vagas na USP (outras 2745 ficaram reservadas à seleção pelo Sisu – Sistema de Seleção Unificada, com a nota do Enem), foram convocados para a 2ª fase 19690 candidatos efetivos, média de 2,4 candidatos por vaga. Mantido o número de vagas a serem preenchidas pela Fuvest, pode-se prever um expressivo aumento de candidatos na 2ª fase.

Outra mudança ocorrerá nas inscrições, que passam a ser em três modalidades: 1 – AC (Ampla Concorrência) – Vagas para todos os candidatos, sem exigência de pré-requisito. 2 – EP (Escola Pública) – Vagas destinadas a candidatos que fizeram o Ensino Médio em escolas públicas. 3 – PPI (Preto, Pardo e Indígena) – Vagas destinadas a candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas.

Para os estudantes oriundos de escola pública a USP reservará 40% de suas vagas, por curso, considerando os ingressantes pela Fuvest e pelo Sisu. Dessa parcela, 37,5% serão destinadas a pretos, pardos e indígenas. Com essa reserva de vagas, deixa de existir o Inclusp, programa de bonificação na nota criado em 2006 para incentivar a inscrição de estudantes de escolas públicas.

 

Enem aumenta tempo de Exatas

 

O Enem 2018 ampliou para cinco horas a duração da prova de Matemática e Ciências da Natureza, o que provavelmente reduzirá bastante o problema dos candidatos em concluir a resolução das questões por falta de tempo suficiente. O Prof. Edmilson Motta, coordenador do Etapa, diz que “no Enem 2017, apesar de haver claro cuidado na elaboração da prova, especialmente de Matemática, com enunciados menores e mais diretos, o número significativo de questões envolvendo manipulação algébrica e aritmética, além de alguns textos mais longos em Ciências da Natureza – Física, Química e Biologia –, com análise de gráficos e de esquemas, o tempo se mostrou inadequado”.

As quatro horas e meia da prova de Ciências não foram suficientes para solucionar as questões. "Houve uma queda nas notas de bons candidatos, com consequências como, por exemplo, estudantes com médias boas não conseguirem se candidatar ao curso de Medicina Pinheiros, nas vagas reservadas ao Sisu, porque não atingiram a nota mínima exigida, 700, em uma das provas ou em ambas. O aumento de meia hora na prova de Matemática e Ciências da Natureza é uma mudança muito boa, que vai tornar mais viável chegar a essa pontuação”.

Ele ressalta ainda a importância dessa ampliação com o exemplo de Matemática, prova que exige muito tempo para solucionar as questões e na qual a quantidade de acertos é bastante variada. "As notas ficam bem espaçadas, tem desde o 300, para quem zera a prova, até perto de 1000, para quem totaliza. Para ter uma nota 700 é preciso acertar pouco mais da metade das questões".

Outro ponto que o Prof. Edmilson Motta destaca no exame do Enem refere-se à prova que desde o ano passado juntou no primeiro domingo Linguagens, História, Geografia, Filosofia e Sociologia, mais a Redação. "Ficou um pouco pesada para os candidatos por conta da necessidade grande de leitura, com muitos textos nos enunciados da quase totalidade das questões. Apesar disso, como a prova teve cinco horas e meia de duração, em geral os participantes saíram confiantes em um bom resultado".

O Enem 2018 manterá o formato do último exame, que foi aplicado em dois domingos sucessivos e não em dois dias seguidos, como antes.

 

ITA 2019 será em duas fases

 

O ITA – Instituto Tecnológico de Aeronáutica, de São José dos Campos, mudou o formato de seu vestibular 2019, desdobrando-o em duas fases. A 1ª fase está marcada para 23 de novembro (sexta-feira) e a prova, com testes de múltipla escolha e quatro horas de duração, terá 60 questões de Física, Português, Inglês, Matemática e Química

(12 questões de cada disciplina).

Os classificados na 1ª fase serão convocados para as provas discursivas e a Redação da 2ª fase, nos dias 10 e 11 de dezembro, cada uma também com duração de quatro horas

No primeiro dia, uma segunda-feira, a prova será composta por 10 questões de Matemática e 10 de Química. No segundo dia, terça-feira, a prova terá 10 questões discursivas de Física e a Redação, No último vestibular o ITA ofereceu 110 vagas e teve 11135 candidatos.

 

Leia as análises das demais disciplinas em http://www.etapa.com.br/tendencias/

Voltar