NOTÍCIAS - TendĂȘncias do Vestibular: Biologia

BIOLOGIA – Provas inovadoras e exigentes
Prof. Daniel Berto

 

Enem
 

O Enem 2018 teve 14 questões de Biologia na prova de Ciências da Natureza, exigindo conhecimentos diversificados da disciplina, com predomínio de questões de Zoofisiologia e de Citologia. Algumas questões apresentaram textos mais longos, como a questão 104 sobre o ciclo do nitrogênio, e outras com esquemas mais elaborados, como a questão 120, envolvendo o processo de especiação através do resultado de cruzamentos de uma espécie de orquídea em diferentes localidades da Mata Atlântica e do Cerrado. Ambas exigiram do candidato bastante atenção, uso adequado do tempo e boa interpretação associados ao conhecimento da matéria.

A prova também apresentou temas recentes como corredores ecológicos e apoptose, além de um maior número de questões com dificuldade mais acentuada em relação ao exame do ano anterior.

[Questão 120]

Interpretação de esquema complexo envolvendo o processo de especialização para a resolução

 

[Questão 104]

Leitura atenciosa do texto foi fundamental para a resolução

 

Fuvest – 1ª fase
 

A prova de Biologia da 1ª fase da Fuvest apresentou 10 questões de nível básico, com enunciados bem simples, alternativas claras e com itens que auxiliavam o candidato a chegar na resposta correta. Manteve o nível de dificuldade do ano anterior.

A questão 31, sobre a acidificação dos oceanos, exigiu, também, conhecimentos elementares de Química, e a questão 33, de Genética, a análise de heredogramas associada à genética de populações.

[Questão 31]

Necessitou de conhecimentos elementares de Química para a resolução

 

[Questão 33]

Exigiu análise de heredogramas associada à genética de populações

 

Fuvest – 2ª fase
 

A prova da 2ª fase da Fuvest apresentou seis questões clássicas, com o predomínio de Ecologia e a ausência do assunto Evolução. O candidato teve que demonstrar seus conhecimentos específicos, capacidade de interpretar esquemas e grande habilidade redacional. Essa prova equivaleu à prova de conhecimentos específicos (3º dia) do ano anterior, mantendo o mesmo nível de dificuldade.

Destaque para a questão 3 de Citologia, que trouxe um trecho de bases nitrogenadas da molécula de RNAm e um esquema para a identificação e associação dos códons e aminoácidos. A questão retratou uma mutação que levou à perda de uma base nitrogenada da molécula citada, provocando o aparecimento de uma enzima inativa.

[Questão 3]

Conhecimento de Biologia Molecular e Mutações para a resolução

 

Unicamp – 1ª fase
 

A prova da 1ª fase do vestibular da Unicamp apresentou 10 testes com temas tradicionais das salas de aula com alternativas claras e diretas. Abordou todos os assuntos, com o predomínio de questões de Zoofisiologia.

Destaques para a questão 49 de herança citoplasmática, envolvendo o material genético dos cloroplastos da célula vegetal, e para a questão 53 de Botânica, exigindo do candidato bom conhecimento do assunto, além da correlação entre interpretação de imagens de microscopia eletrônica de paredes celulares de plantas e análise de gráfico com o conteúdo de lignina em diferentes tipos de madeira. A questão 55 de Citologia apresentou diferenças entre estruturas químicas de compostos orgânicos celulares, necessitando de uma boa interpretação comparativa entre essas moléculas, além de detalhes do conteúdo teórico de biologia molecular.

[Questão 49]

Correlação entre interpretação de imagens de Microscopia Eletrônica e análise de gráficos

 

Unicamp – 2ª fase
 

A prova da 2ª fase do vestibular da Unicamp apresentou seis questões extensas e abrangentes, exigindo do candidato raciocínio lógico, realização de cálculos, preenchimento de tabelas, interpretações de esquemas e a habilidade de correlacionar gráficos presentes em uma mesma questão, como na questão 16 de Ecologia, que abordou de forma inusitada o item interação ecológica.

Destaque para a questão 18 de Citologia que apresentou uma abordagem inédita, trazendo um fragmento de uma molécula de DNA sintética utilizada como fonte de informação para o armazenamento de dados de imagem. No caso, ela codificava os pixels para a confecção da palavra UNICAMP.

Foi uma prova com maior nível de dificuldade que a do ano anterior.

[Questão 16]

Abordagem inusitada do item Interação Ecológica, envolvendo a interpretação e correlação de diferentes gráficos

 

[Questão 18]

Interpretação de fragmento sintético de DNA que codificou a palavra Unicamp

 

Vunesp – 1ª fase
 

A prova da 1ª fase da Vunesp apresentou 10 questões, abordando os diferentes itens da disciplina, incluindo ótimas questões com esquemas contextualizados com assuntos atuais, como a poluição por microplástico, e a profilaxia pré-exposição ao HIV.

Questões interdisciplinares, como a 66, abordaram de maneira inovadora assuntos da Biologia e da Física, como a associação da anatomia do sistema circulatório humano com resistores de um circuito elétrico.

Prova surpreendente e com maior nível de dificuldade que a do ano anterior.

[Questão 66]

Associação entre sistema circulatório humano e resistores de um circuito elétrico

 

Vunesp – 2ª fase
 

A prova de 2ª fase da Vunesp apresentou três questões simples, diretas e bem ilustradas correlacionando diferentes assuntos da Biologia.

Destaque para a questão 14 de Citologia e Genética, envolvendo a técnica do DNA recombinante e a terapia gênica através da vacina de DNA.

 As questões foram bem elaboradas e com nível de dificuldade semelhante ao dos anos anteriores.

[Questão 14]

Envolveu a técnica do DNA recombinante utilizando plasmídeo bacteriano

 

Unifesp – Fase Única

 

[Questão 2]

Exigiu detalhes do processo de produção de vacina com a utilização de ovos embrionários

 

Leia as análises das demais disciplinas em http://www.etapa.com.br/tendencias/

Voltar