NOTÍCIAS - TendĂȘncias do Vestibular: Geografia

GEOGRAFIA – Abrangente e interdisciplinar

Prof. Omar Fadil Bumirgh

 

Análise geral das provas 
 

Apesar das diversas tendências e variações de forma e conteúdo entre os exames selecionados, podemos constatar características comuns como:

– grande abrangência do programa, pressupondo conhecimento do conteúdo referente à matéria do Ensino Médio;

– marcante diversidade de assuntos a que se presta a disciplina de Geografia, que aborda aspectos naturais, humanos, econômicos, socioculturais, geopolíticos e ambientais; portanto, um típico exame de conhecimentos gerais;

– as provas, em sua maioria, apresentam o predomínio de questões de Geografia Geral (de 50 a 60%) com a presença de Geografia do Brasil (de 20 a 40%) e também Geografia Regional do Mundo (de 0 a 10%);

– a existência de questões de atualidades, que pressupõem informações sobre eventos e fatos recentes de âmbito nacional e internacional, tanto na política quanto na economia, sociedade e meio ambiente;

– grande número de questões que exigem do estudante a capacidade de compreensão e análise de textos, tabelas, gráficos e mapas;

– as questões nos atuais vestibulares vêm privilegiando a interdisciplinaridade e temas que possam ser contextualizados. Dessa forma, mesmo temas tradicionais, considerados clássicos, acabam tendo uma abordagem atual.

 

Grau de complexidade das provas 
 

1ª Fase – Vunesp, Unicamp, Fuvest e Enem – compostas por questões
de baixa e média complexidade;

2ª fase – Vunesp, Fuvest e Unicamp – média a elevada complexidade

 

Enem
 

Prova com questões contextualizadas, atuais e interdisciplinares, apresentando ainda de baixo a médio grau de complexidade, porém muito similar aos exames dos grandes vestibulares, principalmente em Geografia Física (Cartografia, Pedologia, Climatologia e Hidrologia), Meio Ambiente, Economia, Urbanização, Demografia e Geopolítica; em escala nacional e mundial.

 

[Questão 55]

Essa questão exige domínio sobre o mecanismo de formação dos ciclones

 

[Questão 71]

Remete à explicação da seca de 2014 a partir da dinâmica atmosférica do continente sulamericano

 

Fuvest – 1ª e 2ª fases
 

Geografia manteve o padrão de um exame com questões inteligentes e criativas, que exigem bom domínio dos conteúdos programáticos, capacidade de inter-relação entre os vários aspectos que compõem o espaço geográfico para melhor compreendê-lo, capacidade de interpretar mapas, imagens e textos; enfim, uma prova dirigida aos candidatos mais bem preparados. A boa capacidade redacional, também foi fundamental. Com a diminuição de um dia de prova na 2ª fase, a banca examinadora elaborou uma prova de conhecimento específico mais exigente.

 

[1ª fase – Questão 9]

A questão abaixo exemplifica a capacidade de interpretação de gráficos exigida dos vestibulandos por parte da banca examinadora

 

[1ª fase – Questão 11]

Questão que exigiu a capacidade de interpretação de imagem para uma leitura correta do perfil tipográfico

 

[2ª fase – Questão 6]

A criatividade no uso de uma tabela com os eventos geológicos, para que o aluno analisasse sua dimensão (mega, meso ou microevento) marcou a prova da Fuvest, exigindo um bom domínio de um tema clássico de Geografia física.

 

[2ª fase – Questão 5]

A complexidade desta questão mostrou que somente alunos bem preparados conseguiriam sucesso na prova.

 

Unicamp – 1ª e 2ª fases
 

A prova de Conhecimentos Gerais foi bem elaborada, exigindo boa capacidade de análise, interpretação e domínio de conteúdo, mesclando temas clássicos e atuais; também como na Vunesp, com muitas questões interdisciplinares. Já na 2ª fase o exame teve uma característica que fugiu do padrão usual da Unicamp, que foi o forte caráter conceitual, conteudista da prova de conhecimento específico e com perguntas muito diretas.

 

[1ª fase – Questão 36]

A interdisciplinaridade se refletiu na questão abaixo, com Física

 

[2ª fase – Questão 2]

Fundamental a necessidade de redação para uma questão tão atual, sobre o separatismo da Catalunha


 

 

[2ª fase – Questão 5]

A questão sobre um assunto clássico, urbanização, mostrou a importância da geografia tradicional, com uma abordagem atual

 

Vunesp – 1ª e 2ª fases
 

Das provas, a menos complexa e a mais eficiente em sua avaliação, apresentando questões interdisciplinares, especialmente neste ano esse caráter esteve muito acentuado na prova de Conhecimento Gerais, e contextualizadas.

 

Questões que demonstram o caráter interdisciplinar da prova, respectivamente com Química e Biologia

[1ª fase – Questão 49]

 

[1ª fase – Questão 51]

 

[2ª fase – Questão 8]

A questão sobre o acúmulo de lixo nos oceanos mostra a contextualização da prova com assuntos atuai

 

Leia as análises das demais disciplinas em http://www.etapa.com.br/tendencias/

Voltar